terça-feira, 13 de novembro de 2012

Eu,simples aparência

"Minha existência começava a me espantar seriamente. Não seria eu uma simples aparência?" (Friedrich Nietzsche ) Especialmente aqui nessa rede de amigos virtuais (ou na internet,como queiram vcs chatos de crocs, pq sejamos francos, as galochas conseguem ser mais simpáticas) quase todas as pessoas, pq enfiar o quase sempre deixa espaço para a não generalização, são especialistas em todas as áreas dos assuntos possíveis do mundo. Ou dos universos. Multiversos e por ai afora. Do cinema mudo a física quântica eles manjam de T-U-D-O.Tem opiniões formadas,convicções inveteradas,certezas absolutas a respeito do que quer que seja,desde a consistência do cocô do ganso na França a improbabilidade dos universos paralelos.Da teoria da relatividade e do darwinismo ao próximo capitulo da novela das nove,eles fazem juízo.Os consultores do Wikipedia parecem desconhecer o fato de que o conhecimento vem através de um mergulho no mundo abissal das ideias,ao contrario de boiar confortavelmente na superfície delas. São pessoas bem sucedidas,pessoas bonitas (um viva ao querido photoshop),rodeados de grandes amigos onde a conveniência é a alma do negócio.Criaturas que vivem a alimentar seu ego falando da vida alheia.São gente divertida,que estão nas melhores festas distribuindo sorrisos ebrios e se fotografando patologicamente.Criam álbuns e álbuns onde querem nos fazer crer que a vida é ipsis litteris um conto de fadas do senhor Walt Disney,com o intuito de maquiar a realidade triste em que nós seres humanos vivemos engolfados. Quão enfadonho é esse tal de Facebook.

2 comentários:

Giovanna Moselli disse...

Você é foda! Amo ler o blog, deveria postar mais.

Camila Cardoso disse...

é, concordo..