segunda-feira, 21 de novembro de 2011

solidão.


A solidão é quase como estar do avesso. É estar desnudo frente a si mesmo. É ter seu lado invertido. É olhar se no espelho com uma curiosidade muda. A solidão é ser avesso. Avesso a ponte que me leva a outro. Obstruir o caminho por astucia ou profilaxia. A solidão é o grau de miopia. Se o amor é cego, minha solidão é bruta.Cancerigena. É a metastase de algo que cresceu em mim sem pedir licença.
É invadir me alma. É estilhaçar o amago. É germinar o ingrato numa terra infecunda. Dar as mão ao diabo. Soluçar tacito de resignação congênita. Solidão eufemismo de uma morte anunciada. É chamar solitario o cadaver sobre a mesa. É uivar sob a lua. Solidão pode estar acompanhada. Pode ser unidade coletiva. É um não sinapses. Todavia,antes de ser solidão,eu sou.

4 comentários:

Jacilene Silva disse...

[...]É olhar se no espelho com uma curiosidade muda...
-------
Muito bom o texto!
-------
http://jacifoiodiscovoador.blogspot.com

Ana disse...

Belo blog
Belas palavras

Pensadora disse...

A solidão é tão complexa... Acho que já me familiarizei com a minha. Ao mesmo tempo que não a quero, eu quero! Como pode né?

Gostei do seu blog... Parabéns!

bruna monteiro disse...

ótima descrição